» Abapa articula novo projeto para a emissão de alertas fitossanitários para os agricultores do Oeste da Bahia

O presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Busato, esteve reunido com o pesquisador da Embrapa Territorial, Paulo Barroso, na quarta-feira (30), em São Paulo (SP), onde debateram sobre uma nova parceria para a sistematização e uso dos dados das estações meteorológicas para emitir alertas fitossanitários para os agricultores do Oeste da Bahia.

O acesso direto a uma plataforma meteorológica com base de dados local vai garantir maior segurança em alertas para antecipar a prevenção de pragas e doenças, cuja propagação está diretamente relacionado ao clima. De acordo com o pesquisador Paulo Barroso, o projeto deverá investir na conexão das estações já existentes em uma rede para, então, processar e disponibilizar os dados aos agricultores baianos. O SAFER, modelo agrometeorológico-espectral desenvolvido pela Embrapa, também deverá ser empregado para oferecer informações com a estimativa de produção de biomassa das culturas.

Com a implementação futura do projeto, Busato acredita que esta será uma ferramenta fundamental que será essencial para a prevenção e combate às principais pragas no campo, a exemplo da ramulária do algodão, e a ferrugem da soja. “A ideia é avançar ainda mais em técnicas que possibilitem o produtor reduzir o uso e os custos de defensivos durante a fase de aplicação na lavoura garantindo ainda mais qualidade dos grãos produzidos na região”, afirma.

Assessoria de Imprensa Abapa