» Abapa participa de lançamento do Plano Safra e reuniões da FPA e Apex-Brasil em Brasília (DF)

O presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Cézar Busato, acompanhou na manhã desta terça-feira (18) em Brasília (DF) o anúncio do Plano Safra 2019/2020 pelo Governo Federal. Com o mote “Alimentando o Brasil e o mundo”, o Plano vai destinar R$ 222,74 bilhões em crédito rural para a agricultura, e R$1 bilhão à subvenção do Seguro Rural.   A liberação dos recursos do plano agrícola começará em julho e seguirá até junho do ano que vem.

Satisfeito com o plano apresentado, o presidente da Abapa, Júlio Busato, acredita que uma das principais vantagens seja o chamado Patrimônio de Afetação. “O produtor poderá desmembrar seu imóvel como garantia para os financiamentos. Antes o imóvel inteiro ficava comprometido como garantia. Isso permite mais acesso ao crédito e agilidade”, explica Busato, que também representava a Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) como vice-presidente da entidade.

Depois de acompanhar a solenidade no Palácio do Planalto, Júlio Cézar Busato, seguiu para a reunião da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), que pela primeira vez recebeu o ministro da Justiça, Sergio Moro. Ele foi convidado pelos deputados federais para debater demandas do setor agrícola voltadas à segurança no campo, dentre elas, na questão do roubo de cargas de defensivos químicos.

 

Mercado Internacional – No final da tarde, o presidente da Abapa ainda participou de um encontro entre cotonicultores na Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), na sede da entidade em Brasília (DF). Ao representar também a Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa), onde ocupa a função de vice-presidente, Júlio Busato reforçou a importância do encontro para alinhar o início da operação de um escritório comercial na Ásia e de investimentos em ações para divulgar o algodão brasileiro junto ao mercado internacional.

Assessoria de Imprensa Abapa