» Assembleia geral extraordinária reúne associados da Abapa

Cotonicultores que integram a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) marcaram presença na assembleia geral extraordinária da instituição, realizada nesta segunda-feira (22), na sede da Abapa. Na pauta das discussões, a proposta de ampliação de prazo do Fundo Financiamento de Insumos do Agronegócio (FFIA) e projetos a serem encaminhados ao Instituto Brasileiro de Algodão (IBA).

A convite da Abapa, o diretor da CRD Capital (gestora do FFIA), Ricardo Rodrigues, fez uma apresentação sobre a situação atual do Fundo e a proposta de ampliação do prazo de pagamento dos financiamentos até 2025 e redução da taxa de juros de 2,75% para 2%, mais CDI. O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato endossou a explicação e a proposta foi aprovada, por unanimidade. Na sequência, os associados conheceram mais sobre os projetos previstos para serem colocados em prática, a serem encaminhados ao IBA.

O diretor executivo da Abapa, Lidervan Morais apresentou a proposta de ampliação do escopo da Patrulha Mecanizada, que até então vinha fazendo trabalhos de melhorias de estradas, conservação de solo e terraplanagem. A ideia é que a Abapa adquira um conjunto de maquinários e equipamentos para asfalto e uma usina e faça a própria aplicação de capa asfáltica nas estradas. “A proposta é fazer nos próximos três anos, 300 quilômetros de asfalto, sendo 100 quilômetros por ano”, explicou Lidervan.

Ele ressaltou ainda que além da aquisição do maquinário necessário para a usinagem e aplicação asfáltica, haverá o aporte de recursos do IBA, por meio da Abapa, para o custeio de 50% do valor dos trabalhos do Patrulha Mecanizada, ficando os 50% restantes de responsabilidade do Prodeagro, por meio da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e produtores das linhas a serem recuperadas. “É necessário que os produtores se organizem em uma associação de estrada, façam o projeto executivo de terraplanagem e asfalto para se habilitarem no projeto”, destacou Lidervan.

O presidente Júlio Busato reforçou a importância da continuidade e ampliação do Programa Patrulha Mecanizada, como forma de melhorar o escoamento da produção agrícola do Oeste da Bahia e a trafegabilidade em geral, principalmente em estradas vicinais. “Os resultados são visíveis, recentemente finalizados 33 quilômetros de asfalto na Rodovia da Soja (Roda Velha) e agora estamos com mais 40 quilômetros de pavimentação asfáltica na Rodovia Rio Grande. Todos ganham, mas o produtor, é sem dúvida, o maior beneficiado”. A proposta de ampliação do Programa foi aprovada, por unanimidade.