» Com apoio da Abapa, Núcleo Mulheres do Agro fará entrega de agasalhos na zona rural de Barreiras a partir desta segunda-feira (22)

Idealizado pelo Núcleo Mulheres do Agro – Oeste da Bahia, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) está apoiando pelo segundo ano a edição do projeto “Algodão que Aquece”, que vai beneficiar 660 crianças com agasalhos com malha 100% algodão. Os contemplados são estudantes de sete unidades de ensino público localizadas zona rural de Barreiras. As entregas tem início nesta segunda-feira (22), no Cerradão, e ao longo da semana, seguem para as comunidades de Campoerê, Cajuarama, Cabecerinha, Santa Rita, Chico Preto e Teiú, segundo o cronograma abaixo.

Considerada a madrinha da campanha, nesta edição do projeto, a produtora rural e diretora da Abapa, Alessandra Zanotto, acredita na importância deste projeto para proporcionar um maior conforto e qualidade de vida para os estudantes. “Com a redução da temperatura no inverno, sabemos que muitas crianças deixam de ir às escolas por causa do frio. Este trabalho desenvolvido pelo segundo ano pelo Núcleo Mulheres do Agro vem trazer um pouco mais de calor e alegria para estes estudantes”, afirma ela, que acompanhará parte das entregas. Este ano, o projeto conta com o patrocínio da Ciasseds, J&H e FMC, que patrocinaram os casacos.

No ano passado, a Abapa e o Núcleo Mulheres do Agro deram o pontapé incial no projeto com a doação de 400 agasalhos na localidade de Rio de Pedras, em Barreiras. Na oportunidade, o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, conferiu de perto a ação, que reforçou a importância do pilar social para a entidade e da valorização da fibra de algodão produzida no Oeste da Bahia. O projeto tem a participação de uma das integrantes do Núcleo Mulheres do Agro, a produtora rural Suzana Viccini, que vem atuando na mobilização de ações que visam a transformação social da agricultura, além dos benefícios em geração de emprego e renda.

Assessoria de Imprensa Abapa

Cronograma Entregas
22/07 – Segunda feira Escola Municipal Adroaldo F. Morais – Cerradão.
23/07 – Terça-feira – Escola Monteiro Lobato – Comunidade Campoerê.
23/07 – Terça-feira – Escola Sao Pedro – Comunidade Cajuarama
23/07 – Terça-feira – Escola Nossa Senhora de Fátima – Comunidade Cabecerinha
23/07 – Terça-feira – Escola Santa Rita – Assentamento Santa Rita
26/07 – Sexta-feira – Escola Santo Antônio -Comunidade Chico Preto
26/07 – Sexta-feira – Escola Antônio Machado – Povoado do Teiú

Fonte: Núcleo Mulheres do Agro – Oeste da Bahia