» Instituições financeiras superam previsão de negócios na Bahia Farm Show 2018

A influência da safra recorde de soja e milho e a expectativa para a alta produtividade do algodão nos campos do oeste baiano motivaram os agricultores a buscar recursos nas instituições financeiras presentes na Bahia Farm Show 2018, encerrada no último sábado (9). As instituições financeiras superaram a previsão de negócios e avaliaram de forma positiva a participação no evento. Eles cumpriram a missão de levar crédito com condições facilitadas de pagamento aos produtores rurais para a aquisição de máquinas e implementos agrícolas e foram fundamentais para o fechamento dos negócios durante a maior feira agrícola do Norte e Nordeste. Os resultados preliminares divulgados pela organização apontam que a feira agrícola tenha ultrapassado R$ 1 bilhão em negócios fechados.

O Banco do Brasil, segundo o superintendente Valtercides Melo Queiroz, avaliou positivamente a Bahia Farm Show. “Nosso volume de negócios superou em mais de 60% o total do ano passado, e ainda estamos acreditando que esses números podem dobrar, porque as condições especiais têm validade por seis dias após a feira. Muitos negócios iniciados aqui ainda serão firmados”, disse. “Um produto que tem muita adesão esse ano é o InvestAgro, que financia camionetes cabine dupla. A demanda é muito grande”, comemorou Claudinei Vieira, assessor da superintendência do banco.

Ao montar as parcerias com as cooperativas CooperFarms, CCAB e Cooproeste, reunidos no ‘Espaço do Cooperativismo’, o Sistema de Crédito Cooperativo – Sicredi União MS/TO – acredita que a Bahia Farm Show ajudou a fortalecer e disseminar o trabalho da cooperativa de crédito. “Como trabalhamos com linhas pré-aprovadas para os associados, eles já sabem antecipadamente qual o limite de linhas de crédito disponível e vêm para a feira para escolher a máquina que deseja comprar. Nosso estande esteve sempre cheio e superamos todas as expectativas relacionadas ao volume de negócios”, contou Rodrigo Machado, gerente geral do Sicredi.

Os bons números também foram alcançados pelo Bradesco. “O movimento cresceu cerca de 23% em relação à feira do ano passado. Tudo isso está de acordo com a conjuntura do agronegócio, com período regular de chuvas e a supersafra. A participação do Bradesco no agronegócio tem crescido muito. A concorrência avança e nós avançamos também. Estamos de braços abertos para receber o produtor, independente da escala, pequeno, médio ou grande”, afirmou Diego Gusmão, assessor da gerência regional.

“Viemos com uma equipe forte, produtos interessantes, limites pré-aprovados de até 100% dos valores de equipamentos e tratores. Em relação às máquinas tivemos propostas superiores em relação aos últimos anos. Os nossos resultados são bem maiores que os do ano passado”, comentou João Pedro de Freitas Cardoso, gerente de Desenvolvimento do Sertão, na Agência de Fomento do Estado da Bahia S.A (Desenbahia). Ele disse ainda que produtores de várias regiões da Bahia estiveram em Luís Eduardo Magalhães para apresentar propostas. “Isso demonstra o alcance que essa feira tem”, finalizou.

Caixa Econômica Federal, Banco Santander e Banco Original também marcaram presença na Bahia Farm Show 2018, ao levarem as melhores condições de financiamento, oferecendo aos clientes conforto e agilidade para que os produtores pudessem fechar negócios ainda dentro da feira. A Bahia Farm apresentou em cinco dias de evento mais de 200 expositores e 900 marcas aos visitantes e compradores. A Bahia Farm Show 2019 já tem data confirmada. Será realizada de 28 de maio a 01 de junho.