» Sede da Aiba recebeu o curso de classificação de grãos de soja e milho

O Curso de classificação de grãos chegou em Barreiras na última quarta-feira (11). Realizado na sede da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), o curso, com periodicidade de dois dias, tem o propósito de capacitar trabalhadores rurais para o processo de avaliação durante a comercialização dos grãos. Com foco na soja e no milho, aulas práticas e teóricas foram ministradas pelo classificador oficial, habilitado pelo Mapa, Samuel Leite, funcionário efetivo da Aiba.

Samuel, que já circulou em várias comunidades rurais como Rosário, Cascudeiro e Roda Velha, nos conta sobre a importância do processo da classificação dos grãos no ato da comercialização. “Esse curso é destinado ao produtor rural. O intuito principal é orientar e instruir quanto a classificação correta dos grãos, de acordo com as instruções e normas do Ministério da Agricultura. A síntese do processo de classificação é bem simples; são sete passos compreendidos em: amostragem, homogeneização, quarteamento, determinação de matéria estranha e impurezas, determinação de umidade, determinação de grupo/classe/tipo de soja-milho-feijão e emissão do laudo”, explica Samuel.

Ansioso e bem satisfeito com a finalização do curso, apesar de já deter certo conhecimento, o administrador e proprietário da Fazenda Carvalho, Guilherme Berlatto confessa ter se surpreendido com a dinâmica e todo o processo informativo. “Eu já possuía uma noção, mas a abordagem e o aprendizado do curso é muito ampla. Terceirizávamos uma empresa e agora podemos planejar e pensar em classificar o grão por conta própria”, relata o administrador.

Outro que também abraçou a oportunidade e está animado para aplicar, na prática, a síntese do processo de classificação, nas propriedades rurais da família, é o estudante de agronomia, Lucas Cerrato. “Esse curso é fundamental para qualquer agrônomo. Saber avaliar o grão a ser comercializado de maneira prática, sem terceirizar mão de obra externa é um avanço econômico. Aprendi todo o processo de maneira tranquila e didática, tanto na teoria quanto na prática”, afirma Lucas.

A Aiba ainda dispõe de um laboratório próprio, equipado com aparelhos de última geração que garantem precisão e eficiência no processo da classificação. Os participantes assistem as aulas teóricas e aprendem na prática a efetuar a operação da classificação. Materiais de apoio como apostilas e uma cartilha, são distribuídos gratuitamente para reforçar o conhecimento e, posteriormente, servir como guia para possíveis consultas. A Fazenda Modelo, localizada em Barreiras, sedia a estrutura fixa. Os cursos também contam com um laboratório móvel, com aparelhagem suficiente para o mesmo aprendizado da sede. Além do laboratório de classificação, a Aiba está oferecendo treinamentos práticos e arbitragem em caso de divergência da classificação. A Associação está à disposição dos produtores que desejem solicitar o serviço.

A próxima parada do curso de classificação em grãos de soja e milho será na comunidade de Novo Horizonte, localizada na Estrada do Café, no dia 18 de setembro.

Para participar do curso, basta entrar em contato pelo telefone: (77) 3613.8000 ou através do e-mail: samuel@aiba.org.br. As vagas são limitadas e o prazo é até o dia 17.

Produtores associados da Aiba não pagam!

Ascom Aiba