» Produtores rurais capacitam mais de 5 mil profissionais neste primeiro semestre de 2018 no oeste da Bahia

Os produtores rurais do oeste da Bahia, por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) apoiaram a profissionalização de mais de cinco mil pessoas somente neste primeiro semestre de 2018. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve um incremento de 40%, sendo 1677 pessoas a mais capacitadas pelo Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia (CTPT), localizado em Luís Eduardo Magalhães, mas que realiza atividades em toda a região. Foram promovidos de janeiro a julho 189 eventos com mais de 3345 horas em treinamentos, com temas e conteúdo que reforçam a segurança do trabalhador e aperfeiçoam as rotinas que elevam a produtividade e reduz as perdas no campo.

Neste período, de janeiro a julho, quando comparado a 2017, houve um acréscimo de 60 % na quantidade de treinamentos e eventos, a exemplo de cursos de Movimentação e Operação de Produtos Perigosos (MOPP), Operação de Trator e Plantadeira, Desenvolvimento de Lideranças, Operador de Máquinas Beneficiadoras de Algodão e Implantação do E-Social Contábil e Jurídico. “Devemos superar os números do ano passado, quando foram capacitados 6.384 mil pessoas e este ano estamos expandindo a nossa atuação pela região e já promovemos cursos em Cocos, Correntina e Muquém do São Francisco”.

Como destaque das atividades desenvolvidas este ano pelo Centro de Treinamentos está o I Workshop de Pulverização Agrícola que demonstrou a importância no manejo e aplicação adequados de defensivos agrícolas para o combate de doenças e pragas nas lavouras. Realizado também este primeiro semestre do ano, a Abapa, por meio do Centro de Treinamento, inovou ao organizou o “I Workshop de RH do Agronegócio”, que apresentou aos gestores da área de recursos humanos das fazendas e das empresa agrícolas para maior promoção da saúde, segurança e qualidade de vida dentro do ambiente de trabalho.

Na oportunidade foram apresentados os serviços oferecidos na região pelos parceiros institucionais do Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia, que conta com apoio do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), Agrosul-John Deere, Veneza Equipamentos-John Deere, Sindicato Rural dos Produtores Rurais de Barreiras/Senar, Senai, Sesi, Cieb, Oeste Pneus-Pirelli, Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

Para o presidente da Abapa Júlio Cézar Busato o investimento do produtores rurais e a busca das parcerias para a capacitação dos colaboradores do setor do agronegócio vem garantindo a consolidação do Oeste da Bahia como um dos maiores polos agrícolas do Brasil. “Empregamos, direta e indiretamente, somente na cadeia agrícola do algodão cerca de 33 mil profissionais e valorizamos e acreditamos no potencial que tanto contribuem com o desenvolvimento econômico e social do oeste da Bahia”, afirma. Para saber mais sobre as ações da Abapa, acesse: www.abapa.com.br, www.facebook.com/abapaalgodao, ou www.instagram.com/abapa_algodao.